Um espaço de aprendizagem

Lista de orientações

Esta página tem o objetivo de oferecer informações básicas sobre termos comuns usados como orientações, assim como sobre outros termos que dão uma ideia maior da variedade de orientações existentes. Informações específicas sobre cada orientação estarão disponíveis em suas páginas; é só clicar em seus nomes ou bandeiras para acessá-las! Mas, primeiro, algumas informações que podem ser úteis para quem não entende muito do assunto:

 

Dêmi-, dêmi, demissexual, demiorientade? Qual é a forma certa?”

Os termos com hífens podem ser usados por si só (geralmente sem o hífen), mas muitas vezes são combinados com algum tipo de orientação, como sexual, romântica ou outras. Pessoas que não separam sua orientação entre tipos tendem a usar o sufixo -sexual, mesmo que também estejam descrevendo orientações não sexuais também. Pessoas que não querem especificar algum tipo de orientação (independentemente da orientação em questão só valer para um tipo, vários ou todos) também podem usar sufixos como orientade ou atraíde. Por exemplo, pessoas podem se dizer duo-orientadas ou omniatraídas.

Nos casos de termos como a-fluxo e a-vague, é possível tanto tirar o hífen para a versão mais geral da orientação (afluxo, avague) quanto substituir o prefixo por uma ou mais formas abreviadas das orientações a- (ace para indicar orientação sexual, aro para indicar orientação romântica, asen ou assen para indicar orientação sensual/sensorial, apl ou apla para indicar orientação platônica, etc).

Os termos sem hífen (ex.: lésbique, turiane, galdeique) geralmente são usados por si só. Ao contrário dos prefixos, a maioria desses termos possuem finais de palavra flexíveis (alguém pode ser netúnique, netúnica, netúnico e/ou netúniqui, entre outras versões da palavra, dependendo de sua linguagem pessoal), mas não todos (como gay e bifluxo).

Há pessoas que preferem especificar orientações para termos que não foram necessariamente pensados como prefixos. Assim, surgem termos como bifluxsexual (bifluxo como orientação sexual) e lesbirromântique (lésbique como orientação romântica). São possibilidades válidas, mas não são obrigatoriedades: alguém pode descrever qualquer forma de orientação como lésbica ou bifluxo, mesmo que tal termo não se aplique a todos os seus tipos de orientações.

 

Não achou o termo que queria?

A lista está permanentemente em construção. Novas orientações e páginas de orientações serão adicionadas no futuro. Se você quiser, pode pedir algo aqui, ou procurar algo que não achou nesta lista.

Termos juvélicos – aqueles do tipo “pessoa sente atração por tal gênero, exclusivamente ou não”, como enebeane, diamórique e sáfica, entre outros – podem ser encontrados aqui.

 

“Pra quê tantas orientações parecidas?”

Ao ler a lista, tenha em mente que mesmo terminologia bastante específica, ou que parece sem sentido para quem não tem experiências similares, pode ser útil para validar e ajudar a entender pessoas com experiências diferentes em relação à atração. Só porque alguém não se sentiu confortável em se identificar com algo e resolveu cunhar outro termo, não quer dizer que um termo está invalidando outro, ou que pessoas sempre precisam escolher os rótulos mais específicos possíveis. Também é sempre possível usar mais de um termo, caso a pessoa se sinta confortável fazendo isso.

Alguns termos também podem ser parecidos simplesmente porque alguém cunhou um termo parecido, mas não igual, a outro que já existia, mas que a pessoa não tinha como saber que já existia. Ou porque alguém não estava contente com alguma pequena parte de certa definição. É importante deixar pessoas se identificarem com algo que lhes deixa confortável (desde que não seja nocivo a outras pessoas marginalizadas), afinal a sociedade já pressiona todas as pessoas para que se encaixem em moldes específicos.

Mais sobre esse assunto aqui.

 

Quer saber mais?

Lembre-se de que várias das identidades abaixo possuem títulos e bandeiras clicáveis, levando a páginas com mais informações sobre cada termo. Além disso, outros textos sobre orientações podem ser conferidos clicando aqui.

 


 

A-: Ausência de atração por qualquer gênero. Também cobre pessoas cujas experiências possuem similaridades com tal situação, mesmo que ainda sintam alguma atração.

Abro-: Quando sua orientação, ou sentimentos em relação a ela, flutuam constantemente.

Acefluide: Alguém com atração flutuante entre as do espectro assexual/arromântico, porém com atração constante a certo(s) gênero(s).

Aco-/Acor-: Alguém que sente atração, mas que sente repulsa a ela, devido a trauma ou a outras experiências ruins.

Adfectu-/Adféctu-: Alguém cuja atração flui entre existir ou não existir por causa do estado mental. Orientação exclusiva para quem é neurodivergente ou para quem sofre de trauma.

Aego-: Alguém que não sente atração, mas que é capaz de ter grande investimento em ações ligadas a esta atração desde que não esteja envolvide nelas.

Aero-: Uma orientação fluida, onde o funcionamento da atração de alguém depende fortemente de sua situação e/ou da atmosfera ao redor.

A-flux/A-fluxo: Atração flutuante entre as do espectro a-, ou atração que flui entre a- e alo-.

Aidem: Uma orientação para pessoas que são assexuais e arromânticas de forma que tais identidades não parecem separadas uma da outra. É uma forma destas pessoas se dizerem arromânticas e assexuais em um termo só.

Ain-/Aee-: Alguém que sente atração apenas por pessoas aporagênero ou cujas identidades de gênero são relacionadas com aporinidade.

Akoi-/Akoine-/Lith-/Lite-: Alguém que sente atração, porém não quer que ela seja recíproca; ou alguém cuja atração deixa de existir quando há uma relação, ou quando a outra pessoa sente o mesmo.

Alíqua-/Aliqua-: Alguém que só é capaz de sentir atração dentro de determinadas circunstâncias.

Alt-/Vse-: Alguém cuja orientação é influenciada por outres membres de um sistema. Esta orientação é reservada para sistemas ou similares.

Amora-: Alguém que só sente atração dentro de contextos associados com tais tipos de atração (ex.: atração romântica somente em encontros românticos).

Âmicus-: Alguém que só consegue sentir atração após fazer amizade com alguém.

Ápex-/Apex-: Uma orientação no espectro assexual/arromântico/etc. onde a pessoa frequentemente não sente atração, talvez desenvolva atração com a formação de algum laço, e eventualmente perde tal atração quando o laço fica mais forte.

Apothi-/Apoti-: Alguém que sente repulsão a certo(s) tipo(s) de relação(ões). Por quem a pessoa é atraída pode ser irrelevante por conta da repulsa à ideia de participar em um relacionamento associado a tal atração.

Apres-: Alguém que só experiencia certo tipo de atração após experienciar outro tipo de atração pela mesma pessoa. É possível que a atração original sentida acabe sumindo, sendo “substituída” pelo tipo da orientação apres, mas isso não ocorre em todos os casos.

A-pulso: Alguém que normalmente não sente atração, mas que ocasionalmente sente “pulsos” de atração.

Ari-: Alguém que não consegue articular como ou por quem sente um ou mais tipos de atração.

Aroique: Alguém cuja orientação sexual é influenciada ou fortemente afetada por ser arromântique. Uma pessoa aroica pode ou não saber sua orientação sexual exata.

Átomo-: Alguém no espectro arromântico/assexual/etc. que só sentiu atração por uma única pessoa.

Auto-: Alguém que experiencia atração principalmente ou somente por si mesme. Neste segundo caso, conta como uma identidade do espectro assexual/arromântico/etc.

A-vague: Alguém que está no espectro arromântico/assexual/etc. por conta de neurodivergência.

Bi-: Alguém que sente atração por dois ou mais gêneros.

Biflux/Bifluxo: Alguém que sente atração por dois ou mais gêneros, porém os gêneros pelos quais a pessoa é atraída mudam de tempos em tempos. Ou alguém que às vezes é bi e às vezes não é. Ou alguém que é bi, mas cuja preferência por gêneros muda de tempos em tempos.

Caed-/Caedo-: Alguém que sente que sentia atração antes, mas que deixou de sentir por causa de trauma.

Cáli-/Calli-: Alguém que não consegue diferenciar entre certo(s) tipo(s) de atração e atração estética.

Caligo-/Cáligo-: Alguém que sente atração muito fraca ou vaga, quase inexistente, como vapor ou neblina.

Cárnique: Alguém xenogênero que só sente atração por outras pessoas xenogênero.

Cas-/Cass-: Alguém que não liga para sua orientação, porque não quer saber dela e/ou sente que ela não é uma parte importante de sua identidade.

Cetero-/Medisso-: Alguém que sente atração apenas por pessoas não-binárias. Orientação comumente vista como restrita a pessoas não-binárias.

Celarsiane: Um subtipo de ceneliane direcionado a pessoas completamente fora do binário de gênero que sentem atração por pessoas completamente fora do binário de gênero, como pessoas que são aporagênero ou neutrois.

Ceneliane: Alguém que é explicitamente não-binárie ou fora do binário de gênero e que sente atração por pessoas não-binárias ou outras fora do binário de gênero. Este termo é um equivalente a turiane e lésbique direcionado a pessoas que não são 100% homens ou 100% mulheres.

Cogítari-/Cogitári-: Alguém que só experiencia atração em sua própria cabeça, quando imagina ou pensa sobre certes assuntos e/ou pessoas, mas que não sente atração em interações reais e nem vontade de atuar em relação à atração sentida em seus pensamentos.

Com-: Alguém que sente atração, mas que não define por quais categorias.

Condi-/Côndi-: Alguém cuja orientação muda de acordo com condições específicas.

Cupio-/Cúpio: Alguém que não sente atração, mas que sente vontade de ter relacionamentos.

Demi-/Dêmi-: Alguém que só consegue sentir atração depois de ter laços fortes.

Drake-: Alguém que coleciona/agrupa vários termos para descrever sua orientação.

Drea-/Somni-: Alguém cuja orientação muda com base em seu sono. Isto pode incluir alguém cuja atração funciona de forma diferente durante seus sonhos, mas também inclui quem experiencia orientações diferentes ao dormir pouco, dormir muito e/ou ao acordar em geral.

Dream-/Sognare-/Yume-: Alguém que sente atração durante seus sonhos, mas que nunca ou quase nunca sente atração enquanto está acordade.

Duo-: Alguém cuja orientação flui entre duas ou mais orientações específicas.

Dura-: Alguém que sente atração raramente, mas que quando sente, tal atração dura por bastante tempo.

Enco-: Alguém que só sente atração por pessoas de certa(s) identidade(s) igual(is) à(s) sua(s), por esta(s) ser(em) identidade(s) marginalizada(s) ou subcultura(s) excluída(s) das culturas dominantes. A pessoa pode também sentir atração por pessoas de identidades parecidas ou que são marginalizadas da mesma forma.

Eneba-/Emba-/Enba-: Alguém de qualquer identidade de gênero que sente atração por pessoas não-binárias.

Enigma-: Alguém que sente atração tão rara, vaga ou fraca que não entende as especificidades de sua atração. Nenhum padrão específico pode ser quantificado ou detectado quando atração é sentida.

Enma-: Alguém que sente atração por homens não-bináries.

Enwo-: Alguém que sente atração por mulheres não-bináries.

Esco-/Choix-: Uma pessoa que normalmente não sente atração, mas que pode sentir se conscientemente escolher sentir atração por alguém.

Eteriane: Alguém que se considera tanto urânique quanto veldiane.

Fem-/Fin-/Fee-: Alguém que sente atração por pessoas com identidades femininas.

Feminaflexível: Alguém não-binárie que sente atração majoritariamente por mulheres, mas que pode possuir algumas exceções.

Feminamórique/Femina-/Fira-: Alguém não-binárie que sente atração somente por mulheres.

Ficto-: Alguém que experiencia atração principalmente ou somente por personagens de ficção. Neste segundo caso, conta como uma identidade do espectro assexual/arromântico/etc.

Filo-/Philo-: Alguém que está aberte a sentir atração por e/ou ter relacionamentos com qualquer gênero, mas que não necessariamente sente atração por todas as/pela maioria das/por quaisquer pessoas de qualquer identidade de gênero.

Forte-: Alguém que só é capaz de sentir atração ao saber que o alvo da atração pode sentir atração de volta (por conta de sua orientação, afeição, personalidade compatível, etc.), mesmo que o alvo não necessariamente sinta ou declare aquela atração.

Fray-/Ignota-: Alguém que só sente atração por pessoas que não são próximas.

Frayfluxo/Ignotafluxo: Alguém que sente atração frequentemente por pessoas que não conhece, e que perde tal atração ao conhecer as pessoas; só que, algumas vezes, após formar uma conexão emocional profunda com ou conhecer bem alguém, é possível que a atração volte.

Fusc-: Uma orientação que muda durante episódios depressivos. Termo exclusivo a pessoas bipolares.

Galdeique: Alguém que não sabe muito sobre a própria atração, mas que sabe ao menos que tem interesse em pessoas não-binárias.

Gay: Alguém que sente atração pelo mesmo gênero, ou por quem se considera de gêneros similares ao próprio.

Gray-a-/Gray-/Cinza-/Gris-/Cinza-a-: Alguém que sente atração raramente, vagamente ou fracamente.

Hélix-: Alguém que não consegue diferenciar entre tipos de atração (sexual, romântica, platônica, etc.) por conta de sua neurodivergência.

Hestiane: Alguém que é lésbique, não-binárie e prete/negre.

Heteroflexível: Alguém que é mulher ou homem que geralmente só sente atração pelo outro gênero binário, mas que possui algumas exceções.

Homoflexível: Alguém que geralmente só sente atração pelo mesmo gênero e por gêneros próximos deste, mas que possui algumas exceções.

Homem-/Home-/Ma-/Man-: Atração por homens. Pode ou não incluir pessoas não-binárias que se alinham com o gênero homem.

Inmo-: Alguém que sente atração por mais de um gênero, que não sente atração por todos os gêneros, e que não possui preferência alguma entre os gêneros pelos quais sente atração.

Ironet/Ironetiana: Uma pessoa que é mulher (ou não-binária e confortável com tal descrição) e que sente atração apenas por mulheres e pessoas não-binárias confortáveis com tal descrição, de forma que explicitamente exclui homens e pessoas alinhadas com o gênero homem.

Iteri/Íteri-/Itheri-: Alguém que sente atração por pessoas com identidades relacionadas com aporinidade (característica relacionada a ser aporagênero).

Klape-/Clape-: Uma pessoa efetivamente assexual/arromântica/ etc., mas que é assim por sentir que sua capacidade de sentir atração foi “roubada” em algum ponto de sua vida.

Ladeique: Alguém que não sabe muito sobre a própria atração, mas que sabe ao menos que tem interesse em homens ou pessoas próximas disso.

Laveniane: Ume turiane/veldiane inconformista de gênero.

Lavenique/Laveniq: Alguém prete/negre que se encaixa em alguma definição de lésbique, mas que prefere usar um termo diferente por conta da alienação que sente em espaços lésbicos dominados por pessoas brancas.

Lésbica: Uma mulher, ou pessoa não-binária que associa seu gênero ao de uma mulher, que sente atração por outras pessoas que se encaixam na descrição anterior.

Lesboy: Alguém que é lésbique e masculine e/ou homem* de alguma forma.

Lin-/Lee-: Alguém que sente atração por pessoas com identidades de gênero relacionadas com androginia.

Liv-: Uma pessoa não-binária alinhada com feminilidade que só sente atração por pessoas não-binárias alinhadas com masculinidade.

Luv-: Uma pessoa não-binária alinhada com masculinidade que só sente atração por pessoas não-binárias alinhadas com feminilidade.

Masc-/Mascu-/Min-/Mee-: Alguém que sente atração por pessoas cujas identidades são masculinas.

(A-) Mesi: Alguém que é a-espectral (que está no espectro arromântico/assexual/etc.) que é capaz de sentir tal forma de atração, ainda que raramente, apenas sob certas condições, etc. O termo foi cunhado para ser um guarda-chuva, já que muitas pessoas veem gris/gray-a como sua própria identidade separada.

Mir-/Myr-: Alguém que se encaixa em descrições de várias identidades do espectro assexual/arromântico/ etc. diferentes.

Morfe-/Morphe-: Alguém cuja atração muda de acordo com o alvo da atração.

Mulhe-/Mulher-/Woma-/Woman-: Atração por mulheres. Pode ou não incluir pessoas não-binárias que se alinham com o gênero mulher.

Multi-/Múlti-: Um termo para agrupar todas as orientações que são definidas por atração por mais de um gênero (bi, pan, omni, etc). Também pode ser utilizado como uma orientação por si só.

Nano[orientação]-/Nano-: Alguém que raramente sente atração, ou que sente atração tão pequena a ponto de quase não existir.

Nãofem-/Nofin-: Alguém que sente atração por todas as pessoas cujas identidades não são femininas.

Nãolher-/Nãomulhe-/Nowoma-/Nowoman-: Alguém que sente atração por todos os gêneros, menos por mulheres (e mulheres parciais, dependendo da pessoa).

Nãomascu-/Nãomasc-/Nomin-: Alguém que sente atração por todas as pessoas cujas identidades não são masculinas.

Nãomem-/Nãohomem-/Noma-/Noman-: Alguém que sente atração por todos os gêneros, menos por homens (e homens parciais, dependendo da pessoa).

Nãone-/Nãotro-/Nãoneutre-/Nonin-: Alguém que sente atração por todas as pessoas que não possuem identidades neutras.

Nébula-: Alguém que não consegue distinguir algum tipo de atração de atração platônica, por causa de neurodivergência.

Netúnique: Alguém que sente atração por mulheres, por pessoas sem gênero, e por todas as pessoas não-binárias que não forem masculinas ou alinhadas com o gênero homem.

Ne-/Neutre-/Nin-/Nee-: Alguém que sente atração por pessoas cujas identidades são neutras.

Neu-: Alguém que sente atração por pessoas sem gênero.

Neurálique: Alguém que sente atração por pessoas neurogênero. Esta orientação é exclusiva a pessoas neurogênero.

Neuro-: Alguém cuja atração é afetada pela própria neurodivergência. Pessoas com esta orientação podem ou não querer especificar como sua orientação funciona além disso.

Néxu-/Nêxu-/Nexu-: Uma orientação exclusiva para pessoas neurodivergentes que não assexuais/arromânticas/etc. Pessoas néxu não sentem atração, mas possuem um forte desejo pela conexão emocional envolvida em ter atração por conta de neurodivergência, de forma que essas não têm certeza se existe atração ou só um forte desejo de que certas pessoas estejam em suas vidas.

Noeti-/Noéti-: Alguém que sente atração por como alguém pensa, pela maneira como a mente de alguém funciona. Não é “atração por inteligência”, o que seria capacitista e colonialista.

Novi-/Nôvi-: Alguém cuja orientação é muito complicada e difícil de descrever.

Novo-/Mud-: Alguém cuja orientação muda de acordo com seu gênero. Apenas para pessoas que experienciam fluidez/mudança no próprio gênero.

Nuliane/Núlique: Alguém cuja orientação é arromântica e assexual, mas indefinida, inválida, inexistente, impossível; assim como uma divisão por zero ou como a identidade gênero-nulo. Esta orientação não pode ser combinada com outras.

Objectum-: Alguém capaz de sentir atração por objetos.

Oligo-: Alguém que não sente atração, com a exceção de algumas pessoas específicas.

Omni-/Oni-/Ômni-/Ôni-: Alguém que sente atração por todos os gêneros.

Omnia-/Onia-: Alguém que não sente atração alguma, que não sente vontade de realizar ações/atividades geralmente associadas com tal atração e que não sente vontade em participar de conversas sobre esses assuntos.

Omnigay/Onigay/Omnique/Onique: Alguém cuja orientação muda de acordo com seu gênero, porém de modo que a pessoa sente sempre atração pelo mesmo gênero que ela é no momento, ou por gêneros próximos. Apenas para pessoas que experienciam fluidez/mudança no próprio gênero.

Oscil-/Oscill-: Uma orientação que muda durante quaisquer episódios dentro da bipolaridade. Termo exclusivo a pessoas bipolares.

Pan-: Alguém que sente atração por todos os gêneros, ou de forma que gênero não é um fator relevante para sentir atração.

Panfluxo: Alguém que sente atração por todos os gêneros, mas cuja preferência por gêneros muda de tempos em tempos.

Paro-: Alguém cuja atração por diferentes gêneros funciona de formas diferentes. Algumas pessoas paro descrevem sua atração como “gray-a para certos gêneros e alo para outros gêneros”, mas é possível alguém paro só ter experiências a-espectrais para gêneros diferentes.

Penúlti-: Alguém que sente atração por todos os gêneros, com a exceção do próprio.

Peto-: Uma orientação que muda durante episódios maníacos/hipomaníacos. Termo exclusivo a pessoas bipolares.

Platoni-/Plátoni-: Alguém que não consegue diferenciar entre atração platônica e algum outro tipo de orientação usado no sufixo. Por exemplo, alguém platonissexual não consegue distinguir entre atração sexual e platônica.

Poli-/Pôli-/Póli-: Alguém que sente atração por múltiplos gêneros.

Polifluxo: Alguém cuja orientação flui entre mais de uma orientação multi, ou alguém que sente atração por vários gêneros, mas cuja preferência por gêneros muda de tempos em tempos.

Pomo-: Alguém que não define sua orientação além de “não-hétero”, por não querer ou conseguir defini-la.

Pre-: Alguém que sente ser muito nove ou com muita pouca experiência para definir sua orientação.

Procul-: Alguém que só consegue sentir atração por pessoas inacessíveis (como celebridades ou personagens fictícies).

Proqua-: Alguém que é uma pessoa feminina e que só sente atração por outras pessoas femininas.

Proquu-/Próquu-: Alguém que é uma pessoa masculina e que só sente atração por outras pessoas masculinas.

Pulsárique: Alguém cuja atração por certo(s) gênero(s) sempre está lá, enquanto a atração por outro(s) gênero(s) muda de intensidade de tempos em tempos, às vezes existindo e às vezes não.

Quad-: Alguém que sente atração por quatro gêneros.

Quadfluxo: Alguém que sente atração por quatro gêneros, mas cuja preferência por gêneros muda de tempos em tempos.

Quint-: Alguém que sente atração por cinco gêneros.

Quintfluxo: Alguém que sente atração por cinco gêneros, mas cuja preferência por gêneros muda de tempos em tempos.

Quoi-/Que-/Wtf-: Alguém que sente que o conceito de atração é sem sentido ou não aplicável para si mesme.

Recip-/Recipro-/Lícique: Alguém que só consegue sentir atração por uma pessoa se essa pessoa demonstrar atração antes.

Requies-/Requiês-/Requis-: Alguém que sente pouca ou nenhuma atração ou vontade de se envolver em relações por conta de exaustão emocional ou mental.

Saliliane: Ume lésbique inconformista de gênero.

Sans-: Alguém cuja atração não segue nenhuma linha, ela faz o que faz.

Somnio-: Alguém que só experiencia atração em seus sonhos.

Talássique: Alguém que se considera tanto netúnique quanto lésbique.

Tim-/Thym-: Alguém cuja atração varia de acordo com seu estado emocional.

Toren-/Tóren-: Alguém que sente atração exclusivamente por homens e por pessoas não-binárias.

Torenflexível: Alguém que majoritariamente sente atração somente por homens e por pessoas não-binárias, mas que possui exceções a isso.

Tri-: Alguém cuja orientação varia entre bi, poli e pan; ou alguém que sente atração por três gêneros.

Trifluxo: Alguém que é tri, mas cuja preferência por gênero é fluida.

Trixen-/Tríxen-: Alguém que sente atração exclusivamente por mulheres e por pessoas não-binárias.

Trixenflexível: Alguém que majoritariamente sente atração somente por mulheres e por pessoas não-binárias, mas que possui exceções a isso.

Tulim-: Alguém que sente atração por mais de um gênero, que não sente atração por todos os gêneros, e que possui uma preferência por certo(s) gênero(s) ou grupos de gêneros dentro de sua atração.

Turiano/Veldiano: Termos que descrevem homens gays, feitos para ser tão concisos quanto lésbique. Também pode incluir pessoas não-binárias atraídas por homens que se veem como homens gays de alguma forma.

Turigirl/Veldigirl: Alguém que é turiane/veldiane e feminine e/ou mulher* de alguma forma.

Unomúltique: Alguém que é tecnicamente múlti por sentir atração por mais de um gênero, mas que não se sente confortável usando termos como bi ou pôli por conta de sentir atração por gêneros similares entre si.

Únu-/Unu-: Alguém que sente atração por uma única identidade de gênero diferente da própria. Este termo cobre pessoas hétero, viramóricas e feminamóricas, mas também cobre, por exemplo, pessoas que se atraem somente por um gênero não-binário.

Urânique: Alguém que sente atração por homens, por pessoas sem gênero, e por todas as pessoas não-binárias que não forem femininas ou alinhadas com o gênero mulher.

Vácuo-/Void-: Alguém assexual/arromântique/etc. tem um sentimento de vácuo ou vazio no lugar da atração, ao invés de somente não sentir atração.

Vális-/Valis-/Vallis-: Uma orientação no espectro assexual/arromântico/etc. onde a pessoa frequentemente sente atração, perde a atração quando um laço se forma e talvez consiga sentir atração novamente quando o laço fica mais forte.

Velauriane: Alguém que é tanto lésbique quanto veldiane/turiane, por quaisquer motivos que possam levar a isso.

Vexe-/Vex-: Alguém cuja orientação está no espectro arromântico/assexual/etc., mas que não consegue defini-la além disso porque a pessoa não entende o conceito do(s) tipo(s) de atração em questão.

Viramórique/Vir-/Vira-: Alguém não-binárie que sente atração somente por homens.

Virflexível: Alguém não-binárie que sente atração majoritariamente por homens, mas que pode possuir algumas exceções.

Vóirique: Alguém que não sabe muito sobre a própria atração, mas que sabe ao menos que tem interesse em mulheres ou pessoas próximas disso.

Xin-/Xee-: Alguém que sente atração por pessoas xenogênero e/ou xeninas.

Xum-: Alguém que não consegue definir sua orientação; alguém que tenta achar termos para ela, mas nenhum parece correto, devido a problemas de identidade ou de autoconfiança. A pessoa pode nunca conseguir achar um termo que a contemple, por palavras não serem suficientes, ou por conta de alguma neurodivergência.