Um espaço de aprendizagem

Não-binárie

Bandeira não-binária

Bandeira não-binária

Pessoas não-binárias ou nãobinárias são pessoas cujo gênero não é nem 100% masculino e nem 100% feminino. Isso inclui:

  • Pessoas com múltiplos gêneros, de uma vez só ou um de cada vez, mudando de tempos em tempos;
  • Pessoas que são parcialmente, mas não totalmente, de algum gênero, mesmo que esta parte seja de um gênero binário;
  • Pessoas que não possuem gênero, que se sentem à parte do conceito de gênero, ou que sentem que transcendem gênero;
  • Pessoas que não entendem gênero, que não entendem o próprio gênero, ou que não se importam com o próprio gênero;
  • Pessoas cujos gêneros existem, mas que não são nem o masculino nem o feminino;
  • Pessoas cujos gêneros são relacionados à masculinidade, à feminilidade, ao masculino, ao feminino, ou a ambos os gêneros binários, mas que não podem ser caracterizados como homem ou como mulher;
  • Pessoas que não são 100% homens e nem 100% mulheres por causa de neurodivergência, trauma, intersexualidade, espiritualidade, cultura, orientação sexual, orientação romântica, e/ou outras experiências de vida;
  • Entre outras possibilidades.

Porém, é importante dizer que só cada pessoa pode decidir se identificar como não-binária ou não.

Também é incorreto se referir a pessoas de outras culturas como não-binárias caso elas não tenham deixado claro que se identificam desta forma, pois o conceito de uma pessoa não-binária é ocidental, advindo de uma cultura que existem dois gêneros considerados mais válidos do que os outros, assim podendo ser chamados de binários.

Pessoas não-binárias podem utilizar não-binárie como a única definição de seu gênero, ou podem dizer que são não-binárias complementando com seu gênero.

Adicionalmente, pessoas podem estar dizendo que são não-binárias no lugar de seu gênero exato por não quererem complicar as coisas, ou por estarem questionando seu gênero e não saberem bem como descrever/rotular seu gênero além de dizer que este é não-binário.

Exemplos:

  • Uma pessoa diz que é não-binária, e diz que este rótulo é o suficiente para ela, sem precisar procurar um mais específico para seu gênero;
  • Uma pessoa diz que é não-binária, por ser andrógine;
  • Uma pessoa é altefluida, mas, para evitar perguntas sobre como isso funciona, prefere apenas se apresentar como não-binária;
  • Uma pessoa diz que não sabe exatamente qual seu gênero ainda, e que então, pelo menos por enquanto, podem apenas referir ao seu gênero como não-binário.
Bandeira não-binária

Bandeira não-binária

É difícil de entender quando não-binárie passou a ser uma identidade por si só e não apenas um modo de falar sobre pessoas que não são binárias. É possível achar pesquisas dos anos 90 e 2000 falando sobre pessoas que se identificam como não-binárias, mas isto é só um jeito de falar de forma abrangente, assim como não-cis ou não-hétero cobrem várias identidades, ou uma substituição politicamente correta para o termo genderqueer?

Enfim, os usos de não-binárie como uma categoria coesa ou identidade são bem mais recentes (provavelmente datam por volta de 2010 ou 2011), e geralmente tomam o lugar de genderqueer. A partir de então, genderqueer virou um termo mais político e radical, enquanto não-binárie virou um termo mais universal para pessoas que não são 100% homens e nem 100% mulheres.

A bandeira não-binária mais utilizada foi criada em 2014 por Kye Rowan. Ela é composta de quatro faixas horizontais de igual tamanho, que possuem tais cores e significados:

  • Amarela: Estar fora do conceito binário de gênero;
  • Branca: Pessoas que são de muitos gêneros;
  • Roxa: Fluidez e multiplicidade das experiências de gênero, a unicidade e flexibilidade de pessoas não-binárias, assim como pessoas cujos gêneros são o feminino e o masculino, ou entre estes dois;
  • Preta: Ser agênero ou sem gênero.

Já foram feitas várias outras bandeiras não-binárias, embora elas não possuam a mesma popularidade.

A bandeira genderqueer (a lavanda, branca, e verde) também foi feita para ser uma bandeira não-binária, mas a comunidade eventualmente decidiu ter uma bandeira específica para pessoas que se identificam como não-binárias.

Não-binárie em inglês é geralmente nonbinary, mas a palavra também pode ser grafada como non-binary, especialmente em contextos menos atuais ou mais formais.


Links adicionais:

Pular para a barra de ferramentas