Um espaço de aprendizagem

Andrógine

Bandeira andrógine

Uma das muitas bandeiras de orgulho andrógine

Andrógines são pessoas cujo gênero está entre o feminino e o masculino, ou cujo gênero é uma mescla entre os gêneros feminino e masculino.

Ou ainda, andrógines podem ser entre/uma mescla de dois outros gêneros, mas geralmente esses gêneros ou são os gêneros binários, ou gêneros relacionados a estes gêneros binários.

Raramente, existem pessoas que descrevem andrógine como um gênero nem masculino nem feminino, completamente separado destes dois. No entanto, como já existem muitos outros termos relativamente populares para cobrir pessoas que se sentem assim (agênero, neutrois, genderqueer, não-binárie, etc.), são poucas as pessoas que se identificam como andrógine por este motivo hoje em dia.

Bandeira andrógine

Bandeira andrógine [1]

Andrógines não necessariamente se vestem ou se comportam de forma considerada andrógina/neutra pela sociedade.

Algumes andrógines se descrevem como:

  • Mascandrógines ou butchandrógines: andrógines que se sentem mais masculines do que feminines;
  • Femandrógines: andrógines que se sentem mais feminines do que masculines;
  • Neutrandrógines ou versandrógines: andrógines que se sentem como uma mistura mais neutra entre o gênero masculino e o feminino.

Andrógine é uma identidade relativamente antiga. É possível achar comunidades e sites falando sobre a identidade andrógine datados do início dos anos 2000.

Bandeira andrógine

Bandeira andrógine [2]

A identidade andrógine é possivelmente datada de antes da era da internet, o que faz com que seja difícil achar exatamente quem foi que criou a identidade, e quando. Vários recursos andrógine, tanto grupos quanto sites com informações, também estão fora do ar.

Similarmente, é difícil achar a data das bandeiras de orgulho andrógine. Mesmo assim, ainda se sabe o significado por trás de algumas bandeiras:

Uma das bandeiras mais antigas, supostamente criada em 2003, possui um fundo cinza com dois retângulos em formato de igual (=), um azul e um rosa. O cinza representa a área entre a masculinidade e a feminilidade, o azul representa a masculinidade, e o rosa representa a feminilidade. [1]

Bandeira andrógine

Bandeira andrógine [3]

Outra bandeira antiga – talvez a mais popular – é uma dividida em três faixas na vertical, uma rosa, uma roxa, e uma azul. A rosa simboliza o gênero feminino, a azul o gênero masculino, e a roxa o gênero andrógine. [2]

Então temos uma bandeira mais colorida, dividida em cinco faixas horizontais: uma vermelha representando o gênero feminino, uma roxa representando a mistura dos gêneros binários, uma amarela representando a não-binariedade, uma cinza representando neutralidade, e uma azul representando masculinidade. [3]

E enfim temos uma bandeira proposta por Viridzen no fórum da AVEN em 2 de julho de 2015. [4] Também é uma bandeira dividida em 5 faixas horizontais. A primeira e a última faixa – que são das cores rosa e verde – representam andrógines de gênero-fluido, ou andrógines cujo gênero está fora do espectro de gênero.

Bandeira andrógine

Bandeira andrógine [4]

Já as faixas do meio – das cores roxo-avermelhada, roxa, e azul, respectivamente – representam femandrógines, neutrandrógines, e mascandrógines, respectivamente.

Existem mais bandeiras andrógine – o deviantArt Pride-Flags contém 9 delas ao momento de escrita desta página – mas estas são as mais comuns ou interessantes.

Além de bandeiras, existe um símbolo andrógine notável, criado em 1996 por Raphael Carter: uma imagem de um cubo transparente.

Andrógine em inglês é androgyne. Não confundir com androgynous (andrógino). Os prefixos de identidades andrógine específicas (masc, vers, fem, etc.) são os mesmos do inglês.


Links adicionais:

Pular para a barra de ferramentas