Utrinque: uma hora cis outra hora trans ou ambas simultaneamente?

Início Fóruns Comunidade Identidades Utrinque: uma hora cis outra hora trans ou ambas simultaneamente?

Este tópico contém respostas, possui 4 vozes e foi atualizado pela última vez por  Aster 1 ano, 6 meses atrás.

Visualizando 5 postagens - 1 até 5 (de 5 do total)
  • Autore
    Postagens
  • #4092 Quote

    kau
    • e/ily/-
    • a/elu/e

    Participante
    https://the-mogai-archive.tumblr.com/post/170948868217/cis-trans-and-utrinque

    Utrinquegênere (ou apenas utrinque) significa “ambas as direções”, alinhada a cis (“do lado de cá”) e trans (“doutro lado”). Não é um gênero, mas um modificador. (acho que ela quis dizer alinhamento de gênero)

    Embora tentam significar a cisgeneridade, muita gente não-binária se declara nem cis nem trans, acho que seria uma alternativa para essas pessoas.
    Utrinquegeneridade é a ambivalência, mas não consegui entender pois relataram a dissociação, então não existe algo nulo, nem um nem outro?

    0
    #4094 Quote

    Aster

      Admin

      Este é um termo interessante, embora complexo. Suspeito que muita gente o interpretará mal, infelizmente.

      Embora tentam significar a cisgeneridade, muita gente não-binária se declara nem cis nem trans, acho que seria uma alternativa para essas pessoas.

      OP está deixando bem explícito que o termo se refere a uma experiência extremamente específica de ter um corpo que está em alguma forma de transição e ter disforia e outras consequências por conta dessa transição por se identificar com o gênero designado ou próximo dele; acredito que seria desrespeitoso adaptar isso para quem não sente que “não é cis nem trans” em geral.

      Caso alguém não esteja confortável com não-cis, genderqueer, ou com simplesmente mencionar seu rótulo relacionado a gênero (gênero-fluido, bigênero, agênero, etc.), há a possibilidade de usar iso, um rótulo listado aqui como “para pessoas que não se identificam como cis, mas que não se identificam como trans”.

      Ultergênero também é uma opção, para pessoas intersexo (assim como ipsogênero se a pessoa se identificar com o gênero designado).

      0
      #4097 Quote

      l00ki
      • O/Ele/O

      Participante

      Pois é, eu estava lendo o texto e pensando em gênero fluido, mas acho que se ela se sente confortável com este termo, ótimo para ela, só pode confundir ainda mais pessoas que não entendem bem questões de gênero

      Lets get one thing straight:
      I AM NOT

      0
      #4128 Quote

      Sei la
      • a/a/a
      • o/e/o

      Participante

      Eu não sou boa com o inglês, o que quer dizer esta postagem? Sobre uma hora ser cis e em outra trans?

      *Desculpe não entendi direito

      0
      #4129 Quote

      Aster

        Admin
        Sei la escreveu:

        Eu não sou boa com o inglês, o que quer dizer esta postagem? Sobre uma hora ser cis e em outra trans?

        *Desculpe não entendi direito

        A postagem é de uma mulher não-binária chamada Alannah, que é uma alter em um sistema causado por transtorno dissociativo de identidade.

        Um sistema é alguém cujo corpo possui várias pessoas. Cada uma dessas pessoas geralmente é chamada de alter, mas há sistemas que não gostam dessa terminologia. Enfim, não é o caso aqui.

        O caso é que essa alter, quando surgiu, em 2011 (ou seja, quando outra pessoa no corpo se dividiu), se identificava como mulher. O corpo foi designado como do gênero feminino ao nascer, e portanto Alannah se considerava cis.

        Porém, em 2013, Alannah ficou dormente. Isso significa que, a partir daí, não fez nada, e não se lembra de nada.

        Só que, em 2017, ela ressurgiu, e percebeu que es outres alters começaram a tomar testosterona em 2014. Quando ela “voltou a existir”, o corpo dela tinha transicionado para um que é visto como de homem, e o nome nos documentos mudou para um que é visto como de homem.

        Por ser mulher, ela sofre de disforia por ter corpo associado com o gênero masculino, sofre por não saber bem que banheiro usar, tem medo de enfrentar violência por parecer “homem vestido de mulher”. Só que ela não é trans, porque foi designada como mulher ao nascimento, e destransicionar não deve ser uma opção se outres alters preferem que seu corpo seja assim.

        Então, ela cunhou ultrinque(gênero), um rótulo que significa que a pessoa tem tanto experiências parecidas com ser trans quanto experiências parecidas com ser cis. Ela quer que esse termo seja usado para outras pessoas na mesma situação dela, e está aberta para que este termo seja usado por pessoas cuja configuração hormonal faz com que seus corpos naturalmente “transicionem” para um que não querem, ainda que seu gênero seja o mesmo ou quase o mesmo do que o designado.

        Deu pra entender? Desculpe se não consegui explicar melhor, eu sei que muita gente não é familiar com sistemas e com linguagem em volta deles, mesmo que a pessoa saiba inglês… :s

        0
      Visualizando 5 postagens - 1 até 5 (de 5 do total)

      O fórum ‘Identidades’ está fechado para novos tópicos e respostas.