TERFs e pessoas intersexo [diadismo, cissexismo, transmisoginia, genitais]

Início Fóruns Comunidade Opressões TERFs e pessoas intersexo [diadismo, cissexismo, transmisoginia, genitais]

Este tópico contém resposta, possui 2 vozes e foi atualizado pela última vez por  Tath 1 mês atrás.

Visualizando 2 postagens - 1 até 2 (de 2 do total)
  • Autore
    Postagens
  • #3903 Quote

    MEME LORD
    • o/ele/o
    • o/êlu/u

    Participante

    Me desculpem por outro tópico sobre TERFs, é só que na pesquisa sobre a Simone acabei me deparando com esse texto. Eu não tô a fim de traduzir ele inteiro, mas é legal o que uma pessoa intersexo acha dessas coisas.

    Os pontos do texto são:

    – Algumas pessoas intersexo elogiaram um certo grupo “crítico de gênero”, e OP foi ver o que era. Mas se decepcionou, por motivos óbvios.

    – Essas pessoas intersexo provavelmente simpatizam com TERFsTrans (Woman) Exclusionary/Exterminatory (Radical) Feminist [Feminista (Radical) Excludente/Exterminadora de (Mulheres) Trans: Quem utiliza a bandeira do feminismo para pregar que opressão e gênero são baseades em "sexo biológico", que gênero é uma invenção do patriarcado, que mulheres tr... porque “criticar gênero” parece algo interessante do ponto de vista de quem desvia do que é esperado para cada gênero, e de quem luta por ter sua anatomia natural mais respeitada do que a designação de um gênero.

    – Muitas pessoas intersexo não se sentem confortáveis com as aplicações genéricas de cis e trans, e TERFs também não gostam do termo cis, outro ponto que poderia ser visto como em comum.

    – Muitas TERFs possuem publicações mainstream onde suas visões são colocadas como razoáveis, e, sem saber pelo que pessoas trans lutam e como pessoas trans falam de privilégio cis, pessoas trans podem ser pintadas como inimigas do progresso que querem que todes se conformem com normas de gênero e tal. Pessoas intersexo sem contato com comunidades trans podem ver pessoas trans como inimigas por conta disso.

    – TERFs ao menos concordaram que uma atleta ipsogênero com níveis altos de testosterona deveria poder competir em eventos esportivos femininos por ter cromossomos XX, vulva e criação como mulher, e que cirurgias de “correção” da genitália no nascimento são mutilação e não deveriam ser feitas.

    Agora sim, eis os problemas:

    – TERFs acreditam que o binário de sexo existe, e que pessoas intersexo são um transtorno e portanto não deveriam contar como sexos diferentes dos diádicos. Não querem que façam intervenções cirúrgicas, mas querem que bebês intersexo sejam examinados para que o “sexo correto” seja colocado na certidão. O sexo correto, segundo elas, seria ou relacionado à capacidade reprodutiva ou, se isso não fosse possível (o que acreditavam que era o caso na maior parte das vezes), com base nos cromossomos (lol).

    – TERFs não perceberam que seus cenários de “sexo verdadeiro” envolveriam mulheres inférteis com útero e cromossomos XY ou transição de gênero forçada, assim como mulheres com pênis… coisas que TERFs acreditam que não poderiam existir, já que acham que o que define os “sexos” é que homens querem controlar os úteros das mulheres usando seus pênis.

    – TERFs acreditam que a remoção do sexo em documentos, ou que a correção fácil a partir de certa idade para que pessoas possam escolher entre M, F ou entre uma categoria não-binária, são ideias ruins. Acham que isso confundiria a criança, fazendo ela achar que pertenceria a “outro sexo”, enquanto diziam que “pessoas intersexo de verdade” se identificam como homens ou mulheres. Portanto, isso seria ruim para crianças intersexo, e só seria bom para as “fantasias” de pessoas trans e não-binárias.

    – TERFs consideram a questão intersexo um desvio do assunto, porque pessoas intersexo são “raras demais”, enquanto “mulheres de nascimento” são metade do mundo, sob a ameaça de “homens que tentam entrar em espaços de mulheres”, e portanto questões intersexo deveriam ficar de lado.

    – Informaram OP que TERFs não possuem paciência com o “desvio intersexo” porque só “homens” (mulheres trans) o usam para negar que genitais definem o binário imutável de gênero, que mulheres de nascimento são oprimidas, blá blá blá. Ignoraram que OP é uma pessoa intersexo que não é uma mulher trans.

    – Também disseram para OP que a maioria das pessoas que se dizem intersexo são pessoas trans fingindo serem intersexo, e que a “pequena minoria de pessoas que são intersexo de verdade” estão sendo usadas por mulheres trans e deveriam odiar pessoas trans. OP diz que essa desinformação sobre a maioria das pessoas intersexo serem falsas não contribui com a causa, e que é capaz de analisar quem está se aproveitando da causa por si mesmo.

    – TERFs usam a ideia de que cirurgia em bebês intersexo é ruim para dizer que crianças trans não deveriam “transicionar de forma forçada”, sendo que isso ignora que esses casos são simplesmente para as crianças serem avaliadas em relação à sua identidade de gênero, sem envolver hormônios ou cirurgias, no máximo mudança do marcador de gênero nos documentos, mudança na linguagem e diagnóstico oficial. Isso ignora que estes casos são uma validação do que a criança quer, e não algo forçado.

    Resumindo, OP foi informado de que políticas “críticas de gênero” poderiam ser úteis para pessoas intersexo, e participou por dias de um grupo desses. Encontrou um monte de transmisoginia, negação do que pessoas trans de qualquer gênero vivem, e insistência de que pessoas intersexo possuem algum transtorno. Disseram pro OP que a maioria das pessoas que se dizem intersexo são pessoas trans fingindo ser intersexo para avançar sua meta de fazer com que as pessoas respeitem identidade de gênero e parem de se fixar na genitália. Se apropriaram de uma bandeira da causa intersexo para reclamar de responsáveis que apoiam suas crianças trans. O veredito é que TERFs são péssimas aliadas da comunidade intersexo.

    0
    #3911 Quote

    Tath
    • ed/eld/e
    • -/éli/e

    Admin

    É isso que dá não ligar pra grupos além do seu, acreditar na ignorância que a sociedade propaga (“pessoas intersexo geralmente são inférteis”, “todo mundo pode ser classificade como um sexo binário sem maiores complicações”), e assim alienar pessoas que poderiam se juntar à causa lol

    É tão alien pra mim a ideia de que tem gente que vê algo como “crítica contra gêneros” e acha que pode ser algo bom… eu entendo que estereótipos e papéis de gênero em geral são construções tóxicas ou inadequadas, mas quando alguém fala de gêneros em si eu sempre penso de forma plural, que não gostam que pessoas “decidam” seus próprios gêneros, que não gostam de ~existirem gêneros demais~.

    E tipo, supostamente, tirar a identificação de gênero faria com que o mundo relaxasse mais em relação a padrões de gênero, o que tiraria o peso da opressão por papéis de gênero, não? Tipo, essa ideologia toda parece muito focada em ter alguém para odiar, e em não se importar em perpetuar opressão desde que tenham alguém pra odiar… mesmo tirando a coisa toda de como essa ideologia é danosa para pessoas não-cis (incluindo aqui pessoas intersexo), isso parece fazer muito mal para as próprias TERFsTrans (Woman) Exclusionary/Exterminatory (Radical) Feminist [Feminista (Radical) Excludente/Exterminadora de (Mulheres) Trans: Quem utiliza a bandeira do feminismo para pregar que opressão e gênero são baseades em "sexo biológico", que gênero é uma invenção do patriarcado, que mulheres tr....

    if you are afraid ⁕ come out
    if you are awake ⁕ come out
    COME OUT AND LEVEL UP

    2
Visualizando 2 postagens - 1 até 2 (de 2 do total)

Você deve fazer login para responder a este tópico.