Somos todes menines?

Início Fóruns Comunidade Identidades Somos todes menines?

Este tópico contém respostas, possui 5 vozes e foi atualizado pela última vez por  QueerNeko 1 semana, 5 dias atrás.

Visualizando 6 postagens - 1 até 6 (de 6 do total)
  • Autore
    Postagens
  • #3811 Quote

    [email protected]

      Participante

      Eu estava pensando no termo guarda-chuva “não-binárie”, penso que está não seria a melhor palavra para englobar as identidades além de “apenas homem” e “apenas mulher”. A palavra Não-binárie soa como se todas as identidades além do binário “apenas homem” e “apenas mulher” só existissem para contrariar esse binário.

      Acho que seria mais fácil para nós ter um termo como menino e menina como termo guarda-chuva, algo tipo “menine”, sugiro este termo porque já vi sendo usado de forma comum na linguagem neutra.

      Gosto de referir-me como menine, acho que é um termo mais simples de usar com leigos. Mesmo assim, será que todas as pessoas não-binárias podem se referir como menines ou menine já é uma identidade de gênero específica tipo as identidades maveriques?

      Alguém mais usa ou concorda ? Alguém tem uma sugestão melhor ?

      0
      #3813 Quote

      Loren
      • u/ily/-
      • a/ty/e

      Participante

      A primeira vez que me veio esse termo, procurei ao máximo outras palavras que não fossem uma negação e que não tivessem um final -gênere/o/a. Aí descobri vários nomes como neutres (neutrois), nonpurella, juxera, blurflux, etc e nem liguei mais.

      Meninos/meninas e garotas/garotos parecem que ainda vão se tornar homens/mulheres, então menines e garotes são boes para descrever, mas não perfeites. Pessoas?! Mas pessoas é unissex. Acho legal quando colocam travestis juntas com mulheres numa frase, dando a entender fossem nbs, mas travestilidade é um (não)gênero.

      Em inglês usam muito enbies/enby (enebes/nbs), mas isso surgiu mais por causa de que NB também significava non-black (não-negre/prete).

      0
      #3815 Quote

      [email protected]

        Participante

        Pois é, pessoa é uma outra boa opção, mas pessoa pode significar qualquer gênero e não apenas os gêneros não-binários.

        Off topic, mas Eu me lembro que em português, “senhoria” é uma versão unissex de senhor e senhorita/senhora (nossa eu ainda acho tão machista a diferença dessas duas palavras).
        Tem palavras como parceiro, pai, dupla, figura paternal, amor, bem, cara, doce, graça, beleza, cônjuge, sonho, delícia, etc que podem ser usadas pra pessoas nb, mas mesmo assim muitas dessas palavras são masculinas demais embora sejam unissex. O próprio “unissex ” é atribuído à masculinidade.

        Conclusão… a língua portuguesa é machista e não temos o que fazer.

        0
        #3828 Quote

        MEME LORD
        • o/ele/o
        • o/êlu/u

        Participante

        Eu vejo não-binárie como um indicador neutro. Quando falamos de roupas não-casuais ou de pessoas não-hétero, não estamos tentando polarizar as coisas, apenas tentando englobar o máximo de coisas possível dentro do que estamos separando. A diferença é que tem gente que só usa isso como identidade, assim como existem pessoas que só dizem ser não-cis ou não-brancas sem especificar.

        Quanto a menine, quem usa linguagem neutra não iria usar menines para falar de todo mundo, inclusive meninos e meninas? E quem se sentir velhe demais para usar menine?

        0
        • Esta resposta foi modificada 2 semanas, 1 dia atrás por  MEME LORD.
        #3835 Quote

        Tath
        • ed/eld/e
        • -/éli/e

        Admin

        Eu conheço gente que não gosta de usar não-binárie para si pelo mesmo motivo (ser apenas uma negação), e que por isso usam genderqueer, que é uma palavra mais abrangente, mas de conotação parecida. Eu sei que essa é uma opção ruim no Brasil, mas tá aí.

        Também acho que dizer “eu sou ume menine” (ou moçe) pode servir, só seria um problema para pessoa não-binárias que preferem alguma outra linguagem por não gostarem do e (ou do y, ou do i) como final de palavra. O corte até dá numa palavra diferente que poderia ser usada (menin), mas na fala oral é possível que interpretem como algo que não ouviram, e na escrita é possível que interpretem como um erro de digitação.

        Agora, eu sou contra “meninas, meninos e menines” assim como sou contra “todas, todos e todes”. Isola o final de palavra e como única linguagem que pode sair do binário, tira o valor de e como linguagem neutra (no sentido de algo que pode ser utilizado para se referir a todas as pessoas, independentemente de sua linguagem pessoal, e passa a ser algo exclusivo para pessoas não-binárias/genderqueer/agênero/outras pessoas que não são homens ou mulheres).

        Portanto, como um grupo, eu preferia que menines fosse simplesmente uma maneira neutra para se referir a crianças, ou a pessoas mais novas, a um grupo de maneira informal, ou outros usos similares.

        Eu sugeriria criar uma nova palavra pra isso, talvez algo derivado de pessoa que não tenha conotações de gênero, e que não seria uma identidade, apenas uma maneira de se referir a alguém que não seja nem 100% homem e nem 100% mulher.

        if you are afraid ⁕ come out
        if you are awake ⁕ come out
        COME OUT AND LEVEL UP

        1
        #3837 Quote

        QueerNeko
        • a/ela/a
        • e/elu/e

        Admin

        Eu acho que sim, a língua portuguesa é binarista e até machista, mas é por isso que a gente está tratando isso com o uso de linguagem neutra (final de palavra ‘e’ por exemplo), e com a criação de novas palavras que possam ser mais neutras. Sobre o uso de “menine” como termo pra pessoas não-binárias, também concordo com Tath que o final de palavra ‘e’ deveria ser usado mais como linguagem neutra, que serviria pra pessoas de todos os gêneros e linguagens, ao invés de linguagem somente para pessoas não-binárias. Acho que uma palavra nova serviria melhor pra isso do que usar uma linguagem neutra (como “pessoa”).

        Tem o termo genderqueer que Tath citou, mas acho que enby é uma boa também. Podem até traduzir enby para “enebê” ou algo assim em português.

        0
      Visualizando 6 postagens - 1 até 6 (de 6 do total)

      Você deve fazer login para responder a este tópico.